Exames

ELETROFORESE DE HEMOGLOBINA
Nome: ELETROFORESE DE HEMOGLOBINA

Sinonímia: Estudo das Hemoglobinas

Norma de Coleta: Jejum de 4 horas

Valor de Referência:

Hb A1: Maior que 95 %

Hb A2: Até 3,5 %

Hb Fetal: Até 2 %

Método: HPLC (Cromatografia líquida de alta performace)

Instrução de Coleta: Coletar 5,0 ml de sangue total com EDTA. Refrigerar a amostra.

Interpretação Clínica: Exame útil no diagnóstico diferencial das hemoglobinopatias e microcitoses.
ELETROFORESE DE PROTEÍNAS
Nome: ELETROFORESE DE PROTEÍNAS

Sinonímia: Proteinograma

Norma de Coleta: Jejum de 4 horas

Valor de Referência

Proteínas totais: 6,0 - 8,2 g/dL

Método: Colorimétrico

Albumina: 50 a 65 %

?-1 Globulina:  3 a 7  %

?-2 Globulina:  6 a 12 %

ß Globulina: 10 a 15 %

? Globulina: 11 a 21 %

Método: Eletroforese por capilaridade

Instrução de Coleta: Coletar 1,0 mL de soro. Refrigerar a amostra. Não congelar.

Interpretação Clínica: O exame é útil na caracterização das disproteinemias, sendo as mais comuns: hipoalbuminemia (encontrada na síndrome nefrótica, cirrose hepática, desnutrição), hipergamaglobulinemia do mieloma múltiplo, doenças linfoproliferativas malignas, cirrose hepática.
ELETROFORESE DE PROTEÍNAS URINÁRIAS
Nome: ELETROFORESE DE PROTEÍNAS URINÁRIAS

Sinonímia: Eletroforese de Proteínas com Concentração

Norma de Coleta: Coleta de urina de 24 horas sem conservante: Retirar frascos no laboratório ou usar garrafas de água mineral. O recipiente deve ser limpo e seco. O paciente, ao acordar pela manhã, deve desprezar a primeira urina esvaziando totalmente a bexiga, e anotar o horário exato. A partir deste horário, guardar todas as micções rigorosamente nos frascos (se possível no mesmo frasco) até a manhã seguinte no mesmo horário, completando 24 horas. Aproximadamente ½ hora antes de guardar a última micção tomar 2 copos de água. É fundamental entregar ao laboratório toda a urina coletada, para evitar erros de dosagem.

IMPORTANTE: Não utilizar cremes/óvulos vaginais nas 24 horas que antecedem a coleta. Evitar coletas em períodos menstruais. Manter urina refrigerada.

Valor de Referência:

%             mg/24h

Albumina          50 a  60         75 a 90

Alfa 1                04 a 07          06 a 11

Alfa 2              7,4 a 11          11 a 17

Beta                  11 a 14          17 a 21

Gama                15 a 22          23 a 33

Proteínas totais                       até 150

Método: Eletroforese em gel de agarose.

Instrução de Coleta: Urina de 24 horas. Fornecer frascos ao paciente. Refrigerar a amostra.

Interpretação Clínica: Exame útil quando se suspeita de proteína anormal na urina, como paraproteínas. Valor clínico é limitado.
ENA, ANTICORPOS ANTI
Nome: ENA, ANTICORPOS ANTI

Sinonímia: SSA + SSB + SM + RNP

Norma de Coleta: Jejum de 8 horas

Anticorpos ANTI-RNP 

Valores de referência:

Não reagente: Até 10 U/mL

Indeterminado: 10 a 14 U/mL

Reativo: Maior que 14 U/mL

Anticorpos ANTI-SM 

Valores de referência:

Não reagente: Até 5 U/mL

Indeterminado: 5 a 7 U/mL

Reativo: Maior que 7 U/mL
ERITROGRAMA
Nome: ERITROGRAMA

Sinonímia: Série Vermelha

Norma de Coleta: Jejum de 4 horas. Não colher após exercício físico intenso.

Valor de Referência:

Masculino Feminino

Hemoglobina : 14  a  18        12  a  15,5 g/dL

Hematócrito   : 40  a  54        37  a  40 %

Hemácias       : 4,5 a  6,5       4,2 a  5,4 milhões/mm3

VCM             : 83  a  93        82  a  90 micra3

HCM             : 28  a  32        28  a  32 µg

CHCM          : 32  a  36        32  a  36 %

Plaquetas       : 130 a 400      130  a 400 mil/mm3

Método: Automatizado

Instrução de Coleta: Coletar 5,0 mL de sangue total com EDTA mais 1 esfregaço sanguíneo. As lâminas devem ser muito bem identificadas. Refrigerar entre 4º a 8ºC.

Interpretação Clínica: Indicado para diagnóstico diferencial de anemias ferroprivas ou de talassemina minor e eritrocitose (policitemia vera).
ESTRADIOL
Nome: ESTRADIOL

Sinonímia: E2, 17-Beta-Estradiol

Norma de Coleta: Jejum de 4 horas. Anotar medicação em uso e informar dia do ciclo

menstrual. (DUM = 1º dia da última menstruação)

Valor de Referência: pg/mL

Masculino                                : ND - 56

Feminino

Fase Folicular                          : ND - 160

Fase Folicular (Dias 2 a 3)       : ND -  84

Fase Ovulatória                        : 34 - 400

Fase lútea                                : 27 - 246

Pós-menopausa não tratada     : ND - 30

Pós-menopausa tratada            : ND - 93

Anticoncepcionais orais            : ND - 102

Método: Quimiluminescência

Instrução de Coleta: Coletar 1,0 mL de soro. Congelar a amostra.

Interpretação Clínica: É o hormônio esteróide de ação femininizante típica. Útil no estudo da puberdade precoce no sexo feminino, nos tumores feminilizantes adrenais ou testiculares e nas ginecomastias. Deve ser avaliado nos casos de irregularidade menstrual, esterilidade ou infertilidade e no acompanhamento da menopausa.
ESTRIOL
Nome: ESTRIOL

Sinonímia: E3, Estriol livre

Norma de Coleta: Jejum de 4 horas

Valor de Referência: ng/mL

Valores de referência

Masculino: Até 0,25

Feminino : Até 0,25

Semanas de gravidez              Semanas de gravidez

06: 1,3 - 3,2                            29: 3,7 - 16,0

08: 1,4 - 3,5                            30: 4,1 - 17,9

10: 1,5 - 3,9                            31: 4,6 - 19,9

12: 1,6 - 4,4                            32: 5,1 - 22,1

14: 1,7 - 5,0                            33: 5,7 - 24,4

16: 1,8 - 5,7                            34: 6,3 - 27,0

18: 2,5 - 7,0                            35: 7,0 - 29,7

20: 3,0 - 8,5                            36: > 7,6

22: 3,5 - 10,5                          37: > 8,4

24: 4,0 - 12,0                          38: > 9,2

25: 4,0 - 13,0                          39: > 10,1

27: 2,9 - 12,7                          40: > 11,0

28: 3,3 - 14,3

Método: Quimioluminescência

Instrução de Coleta: Coletar 1,0 mL de soro. Congelar a amostra.

Interpretação Clínica: É o principal estrogênio produzido pela placenta (durante a gestação), a partir de precursores adrenais fetais. O estriol é entío indicado no estudo da integridade feto-placentária na gravidez normal ou complicada, ou em condições de risco como diabetes, fumo, obesidade.
ESTRONA
Nome: ESTRONA

Sinonímia: E1

Norma de Coleta: Jejum de 4 horas. Informar medicamentos em uso.

Valor de Referência: pg/mL

Pré-puberal: Até 25

Masculino: 10 - 80

Feminino

Fase Folicular: 37 - 138

Fase Lútea: 49 - 114

Menopausa: Até 103

Método: Radioimunoensaio

Instrução de Coleta: Coletar 1,0 mL de soro. Congelar a amostra.

Interpretação Clínica: A estrona é um hormônio esteróide de potência estrogênica inferior ao estradiol, porém maior do que o estriol. Produzido pelo ovário e adrenal. Dosagem útil na avaliação do hipogonadismo, da puberdade precoce, tumores femininizantes e acompanhamento de reposição hormonal na menopausa.
EXAME A FRESCO
Nome: EXAME A FRESCO

Sinonímia: Exame Direto (Pesquisa de fungos, trichomonas, protozoários e parasitas)

Norma de Coleta: O paciente não deve fazer uso de medicação tópica nas 24 horas que antecedem o exame. Material: secreção vaginal, uretral, urina I, secreções, lesões cutâneas.

Valor de Referência: Negativo para fungos, trichomonas, protozoários e parasitas.

Método: Microscopia

Instrução de Coleta: Deve-se colher o máximo possível de material com "swab" e colocar em salina.

Interpretação Clínica: Utilizado para auxiliar no diagnóstico de infecções em diversos

materiais biológicos.
EXAME MICOLÓGICO DIRETO - FUNGOS
Nome: EXAME MICOLÓGICO DIRETO - FUNGOS

Sinonímia: Sinonímia: Microscopia direta, Pesquisa direta de fungos

Norma de Coleta: Coletar material de raspados de lesões de pele, unhas, pêlos. Não utilizar medicamento tópico e antifúngico nos dois dias que antecedem o enxame.

Valor de Referência: Ausência de fungos (hifas)

Método: Direto a fresco com KOH + DMSO

Instrução de Coleta: Coletar material biológico em placa de Petri estéril. As secreções deverío ser coletadas em frasco estéril. Conservar em temperatura ambiente.

Interpretação Clínica: Utilizada no diagnóstico das infecções fúngicas.